11.4.06

UM BRANDO SILÊNCIO




Enquanto longe dormes
com o lume
todo voltado para ti

um brando silêncio
pensativo do vento
perfuma a noite escura.

Cumpre-se o poderoso
verso de medida pura.

J. Alberto de Oliveira