11.4.06

A SUAVIDADE E O SER




Abre-te ao poema
da casa e da maresia.

Desata e folheia
a suavidade e o ser.

Escolhe e desafia
o sítio onde soletrar

linha após linha
sete livros inteiros.

Apura na palavra
o sopro e o desejo.

Regressa às delícias
do júbilo perfeito.

J. Alberto de Oliveira