19.10.10

A JANELA DOS VENTOS




Com o pulso do fulgor
abre a janela

que dá para os ventos
que voam para longe.

E se faça corpo dela
o pensamento

de só haver sonho
e o mar da barca bela.

J. Alberto de Oliveira

Photo: Ana Afonso